Making of publicado e fim do projeto

LH1A3535_w2

Você provavelmente não se lembra, mas em 21 de dezembro de 2012, há exatamente um ano para ser preciso, o mundo acabava. E, se publicamos o Floresta na data comemorativa de um ano da primeira exibição pública do filme, parecia um pouco óbvio que todas as circunstâncias possíveis e imagináveis conspirassem para que o making of só conseguisse ir ao ar hoje, bem na data comemorativa de um ano do fim do mundo.

De uma certa forma, tentei de diversas maneiras que a data não fosse essa. Mas com as recompensas do Catarse para entregar, as muitas correrias de final de ano e os mais diversos imprevistos curiosos pelo caminho, não consegui. Bom, de todos os modos não deixa de ser (por que não) uma data ótima para encerrarmos o projeto.

O ponto final. Devo ter ensaiado algumas vezes na minha cabeça como este post sairia. Mas os posts sempre acabam saindo diferente. Assim, talvez seja a hora de não falar muito, pois às vezes falo muito mesmo. O que merece ser dito é o seguinte. Este making of se foca nos dias de gravação, quando todas as forças de nossa equipe (e que equipe da hora, man) se uniram e se somaram. Ali, na catarse absoluta da correria e do rock n’ roll de gravar com a nossa câmera montada na madeira, todos os esforços valeram a pena. Todo o resto, tudo que decorreu com o projeto Floresta Vermelha, se deve àqueles poucos dias.

Assim, este making of é uma homenagem a quem fez dessa ideia muito louca uma coisa real. Tentei super, fiz até uma lista para não esquecer, incluir todo mundo que participou daqueles dias, e do projeto. Os pais da Clarinha fazem uma ponta no vídeo, a voz da Vanessa aparece em off fazendo uma pergunta. Os meninos ajudantes da arte aparecem em foto. Enfim. Acho que está todo mundo, espero que esteja.

Sobre a Elphel, a Gjøa, nossa câmera foi viver alguma aventura na Sibéria no primeiro semestre, seguiu seu caminho. O mesmo aconteceu com cada pessoa da equipe depois daqueles dias de gravação. Não revi muitas delas desde então, e talvez não as veja mais. Porém, quem sabe um dia algumas voltem aqui, neste making of, e tenham nele um pedaço de memória. E lembrem que, considerando todas as coisas, a aventura do Floresta valeu umas boas risadas e é isso o que importa.

Em um post de final de ano, no ano passado, escrevi que a nossa volta para casa da Antártica estava sendo digna dos Trapalhões, de tanto tropeço que estávamos levando. Mas no final deu tudo certo né? No final, até que voltamos para a casa direitinho. =)

O link para o making of do Floresta é este aqui: https://florestavermelha.org/making-of/

Até.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s