Começando os testes de gravação

Semana passada, na véspera do feriado, fizemos os primeiros testes de gravação com todo o setup. O Jayme e a Laís apareceram em casa para a primeira gravação efetiva, acima de 2k.

O ponto positivo foi que conseguimos estabelecer uma conexão direta com a câmera já no boot, pondo fim à questão de desconexão frequente feita pelo network-manager. A solução foi manter as opções de auto-conexão tanto para o wicd como para o network-manager, e criar uma conexão de cabo com IP fixo (192.168.1.10) chamada "Elphel". Desta forma, o lap liga e já se conecta na subrede que usamos para acessar a câmera.

O streaming, a esta resolução, fica um pouco lento, conforme havia sido apontado nos testes de qualidade de gravação. No caso, usamos um tamanho de frame de 223k, a 24 fps, mas melhorei os scripts de record/stop para conseguirmos gravar um ponto acima na qualidade do JPEG.

Também aproveitei para fazer uma cola dos cálculos feitos pelo DofView, o software que vamos usar para fazer o foco no setting de filmagem. Como o laptop tem que abrigar as interfaces do camvc (iceweasel), gstreamer e um terminal aberto com algumas abas, fica difícil abrir o programa no meio de tudo isso. Ainda mais se considerarmos que nos próximos testes, vamos gravar o áudio com o Audacity – no futuro, essa gravação será feita por um mic e gravador externos, e pesquisaremos como gravar direto na Elphel, via USB.

Ainda não tive tempo de dar uma olhada a fundo nos testes, pois tive de atualizar os scripts de conversão para girarem a imagem (no setup que fizemos, a câmera fica de ponta cabeça). Mas mando imagens e screenshots em breve para deixar tudo um pouco mais claro.

Novos testes essa semana!

Anúncios